PERGUNTAS & RESPOSTAS

De onde vem o dinheiro do Instituto?


Nosso orçamento é composto de doações recebidas de empresas e de particulares que apoiam a causa do combate à corrupção. Atualmente nosso principal patrono é o Banco Itau, mas contamos com outros doadores, de forma pontual, para projetos específicos.




O que é feito com o dinheiro arrecadado?


É usado para pagar despesas operacionais (aluguel, luz, internet, salários, etc) e custos de projetos (gestores, pesquisadores, analistas, jornalistas, designers).




Tenho algum benefício de imposto de renda ao doar para o Instituto ?


Nas doações institucionais, não há nenhum desconto no IR. O desconto poderá se aplicar aos projetos específicos que tenham sido aprovados no âmbito de alguma legislação de incentivo, conforme indicado na página de cada projeto.




Como é garantida a transparência das contas do Instituto?


Todos os documentos contábeis estão disponíveis na aba de transparência do site. Os balancetes são publicados trimestralmente.




Existem restrições para doações de empresas acusadas de corrupção?


Todas as doações de empresas são submetidas à análise da nossa Diretoria, e eventuais casos de empresas envolvidas em denúncias de corrupção serão discutidos caso a caso.




Como posso saber onde o dinheiro que doei foi investido?


Todas as transações financeiras estarão registradas nos balancetes trimestrais, que podem ser consultados na aba de transparência de nosso site.




Como posso ajudar o Instituto?


Há várias formas de nos ajudar: divulgando os nossos projetos e causas; como doador, seja pessoa física ou jurídica, aportando valores para cobrir custos institucionais ou de algum projeto especial; ou fazendo denúncias de casos de corrupção relacionados à Pandemia de COVID-19 através do Projeto Corruptovírus https://ouvidordigital.com.br/corruptovirus/